Greenpeace divulga lista das empresas mais verdes


A Nokia continua liderando o ranking de empresa mais verde do mundo. Esse foi o dado da 15ª edição do “Guide to Greener Electronics”, relatório trimestreal feito pelo Greenpeace que indica as companhias de eletrônicos ecologicamente corretas e as não tão corretas também. A empresa subiu dois décimos em relação à versão anterior, com 7,5 pontos numa escala de 0 a 10. A colocação deu-se graças ao avanço no seu compromisso em retirar substâncias tóxicas de seus produtos, como os compostos de bromo e trióxidos de antimônio.

O Greenpeace também avaliou positivamente as declarações do executivo- chefe da companhia, Olli-Pekka Kallasvuo, que defendeu que os países industrializados cortem 30% de suas emissões de gases do efeito estufa até 2020. No entanto, a empresa recebeu criticas por não apoiar abertamente as restrições globais de outras substâncias poluentes, como o PVC, e por não utilizar plásticos reciclados em maior medida na produção de seus telefone.

A Sony Ericsson, também fez bonito e ficou no segundo lugar, com 6,9 pontos, seguida pela Philips e Motorola, ambas com 5,1 pontos. Já a japonesa Nintendo, a chinesa Lenovo e americana Microsoft foram as empresas consideradas menos ecológicas.

O ranking realizado desde 2006 leva em consideração aspectos como consumo de energia, uso de materiais tóxicos, programas de reciclagem e emissões de gases-estufa, o objetivo é orientar o consumidor e pressionar as 18 maiores empresas do setor.

Comentários

Postagens mais visitadas